quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Bruma

Sentando na manhã,
o sol nascendo,
espero a bruma,
que vem e acarícia
as flores, e leva embora
folhas soltas.

Leve passa a bruma,
enquanto durmo
e quando acordo,
nem percebi sua passagem,

Bruma suave da manhã,
refrigera minha alma,
traz me a calma,
Que a vida é passageira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário