quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

O Sol

O sol nasceu, parecia rir.
Sua luz jubilar
inundou toda a terra,
os vales, os campos,
os mares e montanhas.
Se fazia calor ou frio não sei.
Só sei que o sol
quando apareceu
revelou todas as formas,
todas as cores,
e me fez conhecer
a vida e a matéria.
Não sei qual era a estação,
mas quando o sol nasceu,
foi coroado pela aurora,
que tingiu de um vermelho
augusto todo o céu para que
seu nascimento
fosse um evento.
A noite se afastou
a noite apagou
as estrelas e a lua,
e o sol reinou até o ocaso
e depois se cobriu
com o manto de Nix,
e assim o fez
por todas as gerações,
já vivas
e ainda se revela supremo,
e se revelará
por todos os tempos.
Amo o sol,
fonte geradora de toda a vida,
Amo as águas,
e tudo que me faz ser quem sou,
um ser que busca felicidade,
mais nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário