quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Silenciosa

Silenciosa chega a manhã.
Chove devagar,
ou melhor neblina.
Pingos, gotas caem 
das folhas.
As flores estão banhadas.
Do céu cinza pinga,
pingos suaves,
que banham a manhã,
está linda manhã
que antecede o feriado.
E a vida continua
silenciosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário