sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Caos

As vezes me sinto atribulado, amedrontado.
Mas de que me adianta estes sentimentos?
O medo é inerente ao ser humano,
então só poderei ser mais ou menos medroso.
As vezes parece até que perdi as esperanças,
ainda bem que os humores mudam,
ainda bem que as coisas acontecem
e a vida continua de qualquer forma
então pra que se atribular e temer?

Nenhum comentário:

Postar um comentário