segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Cosmos

Quando o sol dobra o anglo das 15 horas aos poucos a tarde se perde, aos poucos a tarde esfria. A natureza rude do dia se dobra a mansidão da noite que esfria o mundo. Quando cai a tarde aves ativas se silenciam. E as coisas acontecem e as coisas caem no esquecimento e as objetos e a matéria ganha significado. Quando caímos em nós que somos seres construtores e nos sentimos felizes por isto...
E o tempo passa, às vezes que damos sentido a nossas vidas, nos sentimos felizes e não percebemos o passar da vida. E rememoramos tudo somente quando percebemos a natureza e percebemos no símples
porque o tempo sempre passará e as coisas acontecerão independente de nós. E assim é o cosmos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário