terça-feira, 11 de setembro de 2012

Caminhos do passado

Ah, o que nos parece velho.
O que é velho aos nossos olhos será mesmo velho?
Nossa vida é tão curta, breve...
Os dias se sucedem sem que percebamos,
simplesmente nos acostumamos com tudo.
E quando nos acostumamos as coisas vão se desbotando,
e ficam parecendo velhas.
O velho caminho por onde passei,
por onde aprendi a andar,
onde reconheço cada buraco, curvas e pedras,
para mim, parece velho, mas será?
A minha interlocução sim.
Embora perceba isto,
não creio que o é.
A vista do outro pode ser novo.

O velho caminho onde caminhava
para buscar a água de beber ou as vacas,
hoje, já não existe mais,
nem é novo ou velho...

Revelo que existiu,
mas a quem interessará
uma velha rota de jegues,
vacas e homens...

Tudo isso agora é passado quase apagado,
restam algumas lembranças...

Cada um tem um caminho que acha velho.
Qual é o seu?

Nenhum comentário:

Postar um comentário