quinta-feira, 12 de julho de 2012

Noite vazia

Caiu a  noite,
as ruas estão vazias.
As ruas sempre parecem estarem vazias.
As ruas são sempre silenciosas,
se não fosse o barulho dos aviões
aqui estaria mais para selva.
As ruas são cemitérios de vivos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário