segunda-feira, 2 de abril de 2012

Manhãs frescas

A luz da manhã que alumia o meu quarto
enche meu jardim de alegria e viço.
Faz brilhar as folhas da alamanda
e faz refletir a beleza de todo o jardim.
E permanece por todo o dia
no meu quintal.
As manhãs são sempre frescas
graças a sombra de minha acácia.
Em poucos dias não terei
mais meu jardim.
Tu luz sempre estará aqui,
cuida de minhas plantas,
Sentirei saudades!
Sortudo será quem
aqui vir morar.
Bem tenho que aproveitar
a beleza do meu jardim
que tanto me fez e faz feliz.
Este mês será meu último
mês de amizade com
meu jardim...

Nenhum comentário:

Postar um comentário