domingo, 22 de abril de 2012

Contínuo

A tarde cai suave como a brisa ao entrar pela janela.
Nada acontece na tarde de domingo.
Corpos cansados, cheios repousam
sobre camas, redes e sofás.
Ansiosos e exaustos aguardamos
a segunda
e mais nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário