quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Noite

E a noite arde em calor,
e a brisa entra janela a dentro,
sinto-me suave,
leve feito bolha de sabão
ao vento...
O grilo canta a noite
e a rua vazia
anuncia que é hora
de anoitecer os olhos
e descansar a alma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário