domingo, 29 de janeiro de 2012

Dias eternos

Que delicioso dia de sol e céu azul.
O vento correndo frouxo
e as árvores com suas copas
frondosas fazendo sombra
pra refrescar seu chão.
Um dia de paz,
todos bem,
tudo bem.
Certos dias são raros,
ou não, pois tudo depende
de nossos humores,
da nossa fé.
E quando nos lembramos dos dias dantes,
sempre pensamos que poderia ter sido melhor,
sempre esperamos o melhor.
Hoje foi um dia especial
que correu frouxo como vento
no final de inverno no milharal
até parece que somos eternos,
e somos eternos na nossa realidade.
No entanto somos passageiros como
hoje, domingo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário