segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Vento passar

Ouço o vento soprar lá fora,
ouço as folhas chiarem agora,
é noite, uma noite agradável
noite fria, noite vazia.
Abri a janela só para
vero planeta amarelo  que é tão belo.
É noite.
Ouço o vento passar,
ouço o mundo
ecoar, ouço e não entendo nada,
nada...
Não entendo nada,
uma maça sobre minha mesa cheira.
É noite vou logo dormir,
estou cansado,
já não tenho porque ou por quem esperar.
Ah, a vida continua,
mas meu coração dói.

Nenhum comentário:

Postar um comentário