sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Nascer

Nasce o dia. Anunciam sua chegada as aves que cantam sem parar. Demonstram uma alegria que quase chega a ser poesia. Aos poucos, penetram no quarto os raios solares e alumiam todo o meu átrio. Através da janela paisagem está tão seca. Algumas árvores estão floridas sibipirunas, guapuruvus e jasmins, no entanto as ervas estão quase estivando ou já morreram.Nasce mais um dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário