quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Meio dia


Meio dia,
O sol arde nas tuas
que nuas cozinham o asfalto,
Se não fossem as árvores,
se não fossem as árvores floridas,
que seria da vida agora.
Ao meio dia
caminhar pela rua,
sentindo a pele arder,
sentir o corpo suar.
Sim é meio dia,
se não fossem as árvores floridas
que seria de nossa primavera.

Nenhum comentário:

Postar um comentário