quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Verão

O verão aos poucos parte,
árvores secam e perdem a folhas,
os dias longos começam a encurtar,
e as flores que floriam agora são frutos
que amadurecem, cheios de cores e apodrecem
nas calçadas, nas ruas.
O sol já não está tão intenso
e o vento sopra com maior frequência,
os dias já não são mais tão azuis,
logo o verão partirá,
e deixar para o outono
o trabalho de remover as folhas
secas e alcamar o rio,
o vento vai soprar mais frio,
as flores já não mais abrirão na manhã,
e as árvores nuas, já não mais dançarão
com o zefiro.
Logo o verão irá passar,
logo o outono vai chegar,
e depois o inverno
e novamente a primavera e o verão,
sempre virão,
todas as estações, mas
as casas e os jardins serão renovadas,
ficarão mais belas,
e a ponte que liga os lados do rio
já não mais poderemos cruzar com
as próprias pernas,
as estações passarão,
quantos verões ainda virão?
Sabe lá, hoje, tenho certeza
de minha existência, de que não estamos
juntos, mas logo estaremos nos encontraremos,
mesmo que neste verão não estejamos juntos
e as vezes me sinto feliz,
e as vezes me sinto triste,
faz parte da vida,
a passagem das estações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário