domingo, 22 de maio de 2011

Tempo

Sol e dia,
lua e noite.
Primavera, verão, inverno e outono.
Flores, cores, odores, beleza.
Tudo passa, enquanto a terra gira,
dias e noites acontecem,
nos aproximamos de nosso fim.
Contamos nosso tempo.
Os dias, meses e anos se passam.
O tempo, não se  ver no espelho,
não se ver nas praças,
não se ver em nada,
mas o tempo deixa marcas,
suas evidências se mostram
ao espelho.
O tempo ensina
que dia, após dia,
o tempo é
e não é.
Tempo não existe,
não canta,
o tampo não existe fora de nós,
o tempo é subjetivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário