terça-feira, 24 de maio de 2011

O pensar e o tempo

Penso, porque tenho tempo para pensar.
Sobra-me tempo e ainda reclamo sua falta.
Penso porque vejo a natureza tão bela,
vejo a liberdade que tem as aves,
os insetos e as flores. Quantas vezes
não sinto vontade der um outro ser,
Mas penso por pura ignorância,
pois cada um é o que é por
acaso da natureza.
Agora, sou homem,
mas ser é um estado passageiro,
passa muito rápido.
Então quando tenho tempo
vago eu penso.
Quase sempre acredito ter
tempo vago e protelo,
entretanto não tenho,
e a cada segundo
perco os segundos
como as flores perdem
os polens,
como a ribanceira
perde argila,
areia levada ao vento.
Algo que perco e não
recupero jamais,
mas estou aprendendo
a convergir o tempo
na moeda do pensar,
estou economizando
o tempo, organizando
minha vida,
estou apreendendo
a eternizar o tempo,
mas pra isso,
preciso gastar do tempo
que me falta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário