terça-feira, 17 de maio de 2011

Castelhano

Subi as escadas, a luz atravessava a janela intensamente, então contornei e caminhei em direção ao laboratório de anatomia, repentinamente uma linda menina vinha saindo do laboratório de citotaxonomia. Era uma ninha, filha de dois professores da universidade de Cordoba. Não me segurei, não podia deixar de fazer uma piada. Então mirei a menininha, e os pais e soltei uma frase.
 - Essa menina é muito inteligente.
 E continuei. - Deste tamanho e já sabe falar espanhol.
Felipe meu amigo que estava com eles, complementou.
- E desde pequena.
Então todos riram muito.
Creio que a menina não entendeu nada, pois seguiu com um olhar de anjo indiferente a toda situação.
Talvez tenha pensado que fosse um palhaço ou não pensou nada, pois talvez nunca tenha vivido tal situação.
Então eu sai rindo por dentro. Os pais dela e todos que os seguiam riram também.
Voltei ao trabalho, após um bom tereré e uma piada.
Fui ao trabalho rindo por dentro.
Que doce momento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário