sábado, 9 de abril de 2011

Voz

Cedo quando o sol saiu,
o vento veio de longe
afagando a natureza,
e entrou pelas frestas
de minha janela,
falando das belezas
desse vasto mundo,
me contou que passou
por um jardim de rosas,
e ficou perfumado,
que depois passou
perto de um esgoto
e ficou enfesado,
me contou que viu
pessoas rindo,
pessoas chorando,
me contou tanta coisa,
e depois calou,
sumiu nem me ouviu,
depois a luz
entrou e mostrou
as cores lá de fora,
dava para ver o verde da
acacia,
então estrela acordou
e começou a latir
e como latiu,
foi quando tomei
coragem e levantei
da cama,
naquela manhã
de sábado
bela, bela...

Nenhum comentário:

Postar um comentário