terça-feira, 5 de abril de 2011

Sábado

Cândido o dia assim se passou,

O sol nem apareceu, nuvens

Brancas ocultaram seu brilho,

E no meio do dia uma grande

Chuva caiu, e suas águas

Lavaram toda as ruas e

Regaram todas as plantas,

Fazendo-as sorrir de alegria

Por terem suas sedes saciadas.

A tarde ainda nublada

Fez um frio gelado soprar,

O vento parecia dançar

Com os ramos das árvores,

O singelo dia passou

Frio, sem luz,

Mas vivo dia.

Vento frouxo,

Silêncio...

02-04-2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário