domingo, 27 de fevereiro de 2011

Noite longa

O dia clareou só hoje,
não vi o sol nascer,
quando acordei
já tinha partido,
perdi o ônibus hoje,
fiz porque quis,
acordei a luz
que entrava
janela adentro
clareava parcialmente
o quarto abafado,
acordei com sono,
visto que perdi-o antes
de dormir,
a noite foi tão
longa, as coisas
sem graça,
não despertavam nenhum interesse,
e só sentia o sabor
da solidão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário