sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Evento

Uma flor brotou,
na manhã desabrochou,
quando a chuva caiu,
no meio do sertão,
e ainda era verão,
era a flor de mandacaru,
onde pousava o urubu,
toda a manhã, vinha ali
pousar,
naquela manhã que a planta floriu
ele sumiu,
partiu?
o sapo cantou,
a água desceu,
apagando a poeira,
quando a flor caiu,
o urubu voltou,
estava no ribeirão,
aproveitando a carniça
da vaca do zé
que morreu do raio que caiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário