terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Aprendi

Certa vez na vida
aprendi a conhecer
as flores pelos seus odores,
pelas suas cores,
pelas suas formas,
Conheço flores grandes
coloridas,
flores pequenas monocromáticas,
flores perfumadas,
elaboradas,
enfim flores,
algumas muito especiais para mim,
outras indiferentes.
Quando era criança
ignorava as flores,
embora adorasse seus odores,
eu brincava com suas pétalas,
mas o tempo passa,
e a gente aprende muito com as flores,
descobre a importância biológica,
a importância afetiva do jardineiro,
a importância de se cultivar uma delas,
algumas pessoas sabem como cuidar de uma flor,
como cultivar, como eternizar uma flor,
outras pessoas são descuidadas e deixam sua flor morrer,
as flores não são como as estrelas e a lua
que estão sempre no céu basta esperar a
noite para elas sorriem pra ti,
é preciso podar os ramos,
tirar os fungos, as pragas,
adubar o solo,
regar sempre e quando puder
deixar a luz do sol tocar sua alma,
As vezes não adianta cuidar,
pois as flores tem sentidos,
desejos e fazem o que é melhor para elas,
quando nada der certo,
deixe que a flor decida,
volte a ser silvestre,
que aprenda a se livrar das plantas daninhas,
pois só assim vai entender a vida,
muitas vezes é importante
deixar a flor tentar entender a vida,
sofrer, fazer o que lhes convém,
só assim aprende com a vida.

Certa vez aprendi a importância das flores,
para a vida, para a alma,
quando em mim
nasceram flores,
fiquei feliz,
pois vi que estava vivo,
e o que é vivo pode me ensinar
como viver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário