segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

A noite

A noite escura,
caia a chuva,
que quebrava o silêncio,
com o som das
gotas nas folhas,
no teto, apesar da chuva,
como era forte o calor.
A rua escura
e vazia.
A noite vazia e escura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário