segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Medos

Os dias que passam,
passam chuvosos,
me deixam ansiosos,
cada dia, vem como poesia,
oras trazem alegria,
oras trazem tristeza,
os dias que passam,
levam um pouco de mim,
trazem algo de bom ou algo de ruim,
e a vida passa assim,
ora fagueira,
ora agitada, mas nunca deixa de passar,

as vezes paro para contemplar
a beleza de uma flor,
a beleza de um por do sol,
ou simplesmente ficar ouvindo
a chuva cair,
gosto de ver o sol sorrir,
seus primeiros raios refletir.

As vezes paro para pensar,
o que há de bom na vida,
encontro só recordações,
breves imaginações,
como alucinações...

As vezes sentimos que perdemos
o motivo de viver,
nada vale a pena,
Mas viver é algo indescritível,
viver é existir, é ser
e sendo posso avaliar
cada momento,
dizer o que acho de bom,
o que acho de ruim,
mas só assim posso justificar
minha existência,
tenho poder de julgar.

E nada me faltará.

Nenhum comentário:

Postar um comentário