domingo, 30 de janeiro de 2011

Durmo

A noite caio no sono,
embalo em sonho,
nada vejo,
nada desejo,
sou e não sou,
a noite quando durmo,
viajo, me apago.
Que faço?
Durmo e nos sonhos?
são escassas
as lembranças,
as nuanças,
nos sonhos que sou?
Nem acordado sei,
nunca imaginei,
no sonho quem sabe
como Decarte
alguma ideia
me iluminar,
sonhos,
noite,
vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário