segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Noite vazia

A noite hoje está tão escura, silenciosa e vazia,
quem dera estivesse fria,
A luz amarela e fria
entra em meu quarto,
a luz branca do meu quarto apaga a noite
aqui dentro.

Eis que o silêncio
da noite vazia,
sem estrelas, lua sem nada,
me chama para dormir,
me chama pra sumir
no escuro a noite me entregar,
a noite abraçar,
essa noite silenciosa e vazia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário