segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Breve

A mente humana tem o brilho,
o brilho da criação,
alimenta a imaginação,
enche tua mente, poe em trilho,

embarcas nesta viagem, nessa ilusão,
embarcas nesta viagem, se enche de ação,
constrói a tua essência, não fiques na escuridão,
pensa, deleita desta dádiva, na transubstanciação,

Alimenta tua alma,
pãe teu corpo em calma,
concentre seu ser interior,
ouça o riacho que corre dentro de ti,
sinta as sinapses,
onde habita tua alma?
o que constitui a tua alma?

Quem pode perscrutar?
tua alma, tua essência,
não creias no fisicalismo,
creia no teu mundo...

Não há substância fora de ti,
tudo que vedes, é tua criação,
para! pinta o mundo.
De qualquer cor...

Sinta o mundo,
sinta a brisa,
a luz do sol,
o cheiro das rosas,
a beleza das plantas, das flores.

Sinta a vida.
Pense nela,
o que pode lembrar,
está limitada a sua existência,
mas tua imaginação!!!

Alimente-a, pois é sua salvação.

Não desdenha da vida,
projete o seu mundo,
pinte-o de azul, de verde, de rosa.
faça uma poesia da natureza.
Sorria!
Alimente sua imaginação,
o mundo é víceral,
mas sedes sublime,
tendes capacidade de ação...

Há tanta coisa bela na vida!
Descubra-a,
desvie as rochas,
faça das dificuldades,
sua garra, motivo de vitória,

a vida é tão breve,
a vida é tão leve,
efêmera tal qual a flor,

ontem já passou,
o amanhã ainda não veio,
que tens o presente...

faça desse momento,
momento de paz e amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário