quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Betha

Já na adolescência sonhava, acreditava em tudo, amavaa vida, minha cidade, minha casa.
Casa no campo, cheia de irmãs mais parecia um convento. Minha casa tinha alegria, mamãe com suas gargalhadas e papai com riso cínico. Aquela cidade que era tão grande, fui descobrindo seus cantos, esquinas, prédios, então fui me acostumando. Aquilo foi me incomodando, ficando pequeno pra mim. Não tinha jornal, revista a comunicação só via rádio ou televisão. Os filhos de Toinho da farmácia compravam vez por outra uma superinteressante onde encontre um endereço. Bethânia Emeric Biologia UFES contato para trocar informação e o endereço. Vi aquele endereço, aquele nome pensei vou ampliar meus horizontes. Peguei um papel uma caneta e escrevi, puz a carta no correio, pequeno. O carteiro Chiquinho de Raimundo Moura um cara sério, sisudo, fechado. Na falta de padre ele que fazia o sermão da missa. Mamãe e papai dizia que ele pregava bem. Mas não sei não mais parecia um touro enfurecido, na hora da celebração baixava a cabeça e tome falação. Falava, reclamava aquilo era que era moral, acho que ainda é assim se o padre de Dedin já não tenha ocupado o cargo, mas isso é outra história. Tempos depois recebi a primeira carta, simples mas cheia de carinho veio com uma foto três por quatro. Trocamos muitas cartas, certa vez me falou de um que gostava de répteis eu não gostava muito de répteis gostava, mas preferia os insetos com suas várias classes e várias ordens. Falei pra ela que as vezes comiamos teiu. Ela falou que era uma espécie de Ameiva ameiva, , mas acho que com a filogenia e cladístca deve ter mudado de gênero sei lá, não entendo de bicho nem inseto.
Entendo mesmo é de mato, botânica, Botané do grego pasto é isso ai ganho a vida dando nome a planta, coisa mais besta diria Zezeu que certa vez perguntou o que fazia e eu respondi que fazia biologia, não gostei do que ele falou disse que não dava dinheiro que devia ter feio farmácia, direito ou medicina. Fiquei com raiva eu e todos os biólogos do Brasil. Fiz biologia porque amo a vida amo os mistérios do deus que ele adorava. Enfim o tempo passou e como passou. Minha amiga de cartas sumiu. Passei no vestibular em biologia influência de quem? Betha. Um dia criei um email e a encontrei novamente só que pra minha tristeza ela foi estudar línguas. Foi para a Europa e voltou bancária. Hoje casou e vive com seu esposo e eu ralo pra terminar o doutorado.
A vida é assim, cada um segue seus sonhos, seus rumos, suas intuições.

Nenhum comentário:

Postar um comentário