terça-feira, 23 de novembro de 2010

Acacia

Acacia por que tantas folhas na rua,
despojou-se de todas e ficou nua,
ontem acacia, vestias a lua,
hoje, agora, essas flores são tuas,
que beleza flava.

Teus cachos dourados,
aos galhos derramados,
flores pelo chão.

Tu acacia nata te abala,
imperiosa sigana.

Encanta minha janela,
e lembra minha flor,
Ana dos lábios de labirintos.
dos dourados cachos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário