domingo, 3 de outubro de 2010

Não se vá.

Quanto voce partes,
quando cruzas a cruva
e desapareces.
Quanto não consigo mais tiver,
sinto uma saudade,
sinto que parte de mim
partiu.

Quanto chego em casa
sinto um vazio,
sinto que falta algo,
vejo a cama desarrumada,
roupas espalhadas,
voce bagunça minha vida,
mas confesso é muito bom.

Fica só a saudade
a esperança da semana,
passar e então possa te ver,
ouvir voce reclamar,
faz parte da vida.

amar é isso.

Um comentário:

  1. Que lindo meu poeta!
    me enche de orgulho...
    Amei os versos.

    e Amo você!

    ResponderExcluir