domingo, 12 de setembro de 2010

vai

A tarde com o silêncio da luz do sol que parte,
desinteressante sentado na cadeira,
pensamento vago.

Um sabiá canta.
um carro passa.

o quarto fica mais escuro,
frio e vazio.

Tudo e nada.
mente vazia.

Tarde de domingo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário