sexta-feira, 20 de agosto de 2010

som

A vida é uma linha tênue entre a existência orgânica e inorgânica.
Quão graças podemos fazer vivos, incontáveis, inimagináveis.
A nossa existência é uma dádiva do acaso.
Podemos fazer de nossa existência um pouco da eternidade.
Criando, pensando, imaginando e idealizando.
Fico maravilhado diante das belezas construídas pela mente humana,
porém fico triste diante das atrocidades que podem ser feita pela mesma raça.

Uma ameba pulsa pela sua vida breve.
Seres humanos se suicidam, se matam tem sede por matéria.
Estamos distantes da perfeição, muitos já morreram,
muitos morreram por um sonho, muitos passaram por cima desse sonho.

Estamos aqui a quanto tempo? não muito, mas será que permaneceremos aqui por muito tempo ainda?

Nenhum comentário:

Postar um comentário