segunda-feira, 12 de julho de 2010

via

Caí na rua,
era seis horas da manhã,
não olhei para trás,
segui em frente de olho no aurora,
até o fim do dia,
até a próxima poesia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário