segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

terra verde

O verde das folhas,
pintam o mundo de verde,
as cores das flores,
maculam o verde,
o vermelho do solo,
não tinge a flor,

mas dar um café que é uma beleza,

o verde negro do café,
de flores brancas.

Tornaram nuas as serras,
de Minas e São Paulo, talvez do Espirito Santo,

o verde do serrado,
foi substituido por cupins brancos,
de bois.
por mares verdes de soja, de cana,
imagine quando soja não tiver valor,

o que vai sobrar,
cupins brancos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário