quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

dark

A sombra da noite apaga o mundo,
só os felinos e as corujas, vêem a noite.
As sombras da noite inundam meu ser,
de cansaço, medo e insegurança,
sob a sombra da noite,
sou fraco, pois não vejo.

A luz abre a minha mente,
tem mente aberta quem ver no escuro.

Não podemos fugir quando a noite chegar,
porque trevas, as trevas sempre vem e voltam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário