terça-feira, 6 de outubro de 2009

futuro

O que vejo e o que eu sinto,
reconheço, agora imagine o que aconteceria se dormisse por 40 anos.
Imagine o que aconteceria se uma pessoa que morreu na década de sessenta. Como iria reagir ao ver esse mundo futurístico.
Quanta tecnologia, quanta comunicação. Ficaria estarrecida.
Bem mas ao chegar ao centro de uma grande cidade regiria como um louco olhando os belos prédios, as belas roupas.
O que diria da música?
E seria logo assaltado.
O que acontecerá daqui a quarenta anos?
Ainda estaremos vivos?
O que eu vejo e o que eu sinto não terão as mesmas sensações.
eu teria 70 anos,
Boa parte de meus queridos já não existirão.
Isso é fato esse dia virá e eu não sei se estarei vivo.
Mas as comidas não terão mais tanto sabor,
estarei tão próximo do meu fim,
quanto do meu nacimento.
Existir e inexistir qual a diferença?
Não me lembro de nada que antecede meu nascimento e logo se fechará 30 anos.
estou começando a ficar com medo da idade,
que aos poucos toma conta de meu ser,
me definha,
ou natureza perversa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário