quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Noite estrelada

Quando olho pro céu a noite posso ver longe ao infinito, meu horizonte se confunde com o tempo, pois posso relembrar todos os dias de minha vida.
Tantas estrelas somadas são mais que todos os segundos que hei de viver,
Mas isso não importa, pois não vou conta-las, fico apenas apreciando,
quão grande e infinito é o espaço.
Quando me sinto só a noite, olho pro céu e vejo meus melhores amigos,
pois cada estrela é uma amizade.
A amizade como as estrelas nascem, crescem e se apagam, mas num tempo muito superior a vida.
Estrelas da noite!
Hoje posso ver a lua, sentir o frio da noite.
Posso voltar ao terreiro de minha primeira e única casa de onde plantei todos os meus sonhos.

Posso sentir o frio da terra, o vento do norte.

Porque amo a noite, porque amo está em paz comigo.
Como brasas em cinza adormeço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário