terça-feira, 25 de agosto de 2009

Lembranças

O sol quente está caindo no poente. O período é de estiagem mais ou menos no mês de outubro.
O chão está seco, assim como a vegetação. Enquanto o sol cai, José foi buscar o jeque pra dar água e matar a sede. Nesse tempo tudo está seco, e os animais se arremedeiam como a palha lavoura ou as hastes herbáceas. Ele chega em casa então Sinha enche uma cuia de água que o jumente toma com maior sede. Ou Zé esse cabresto já ta velho melhor comprar outra corda, vai que esse danado arrebenta a corda e vai ter dificuldade de pegar ele cedo pra butar água.
De verde nesse tempo só tem os oio dos pinhão brabo.
Tá tudo cinza. Vez por outra quando Zé vai amarrar o jumento em outro local corre um preazinho.
Hum hoje é noite de lua cheia, vamos ver ela nascer no pé do serrote.
voce ouviu aquele carro passar? ah vi devia ser Chator.
E o sertão continua em sua paz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário